O Papel da Arte

Altino, José

José Altino (1946), artista gravador.

José Altino de Lemos Coutinho (João Pessoa PB 1946). Gravador, pintor, ilustrador, professor, crítico. Estuda em João Pessoa com Arthur Cantalice e Gilvan Samico e em Salvador freqüenta o ateliê de Emanoel Araújo, nos anos 60. Em 1969, chega ao Rio de Janeiro, estuda na Escolinha de Arte do Brasil, freqüenta a Escola Nacional de Belas Artes,onde assiste aulas de Adir Botelho. De 1970 a 1978, leciona gravura e participa de projetos da Escolinha de Arte do Brasil. Em 1979, volta para João Pessoa, trabalha como crítico de arte na imprensa e na Coordenação de Extensão da Universidade Federal da Paraíba. É presidente da Associação dos Artistas Plásticos Profissionais da Paraíba e assessor de artes plásticas da Secretaria de Cultura. Seu trabalho em xilogravura compreende a relação com a literatura de cordel. Em 1980, volta ao Rio e participa, no ano seguinte, do Grupo Armação Oficinas de Arte, Projeto Fotografia, Ponto de Vista da Criança, promovido por Kodak, Funarte e Ministério da Cultura. Retorna para João Pessoa.
Fonte: José Altino. In: Enciclopedia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020.

Obras disponíveis:

JOSE ALTINO (1946): “Ele era moreno e era amargo“, 1976. Xilogravura em duas cores.

Ele era moreno e era amargo“, 1976.
Xilogravura em duas cores.
Dimensão total: 64cm x 47cm
R$ 1.000,00

JOSE ALTINO (1946): “A filha terceira da rainha”, Xilogravura.

A filha terceira da rainha
Xilogravura
Dimensão total: 51cm x 47cm
R$ 800,00

JOSE ALTINO: “A princesa do Miramar”, xilogravura.

A princesa do Miramar
Xilogravura
Dimensão total: 45cm x 49cm
R$ 800,00

JOSE ALTINO: “Imperatriz da mata virgem brasileira”, 1982. Xilografia colorida.

Imperatriz da mata virgem brasileira“, 1982.
Xilogravura
Dimensão total: 47cm x 38cm
VENDIDO

JOSE ALTINO: “Pasto e repasto: os tucanos I”, xilogravura colorida, 1980.

Pasto e repasto – Os tucanos I
Xilogravura colorida.
Dimensão total: 50cm x 43cm
R$ 1.000,00

JOSÉ ALTINO: “O prisioneiro – Um homem da terra do sol”, xilogravura.

O prisioneiro – Um homem da terra do sol
Xilogravura
Dimensão total: 47cm x 31cm
R$ 800,00

Edgard Cognat : Catálogo Raisonné

  EDGARD COGNAT – CATALOGAÇÃO DE TODA SUA OBRA Toda a obra de Edgard Cognat (1919-1994) está sendo catalogada e identificada junto aos seus colecionadores para se transformar futuramente num catálogo raisonné, onde toda sua produção estará reunida. Trata-se de um trabalho longo e ... leia mais

© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados - Made with WordPress