O Papel da Arte

Callot, Jacques (1592-1635)

Jacques Callot

Jacques Callot (Nancy, 1592 – Nancy, 28 de Março de 1635) foi um desenhista e gravador a buril e água-forte francês, descendente de uma família originária da Borgonha, estabelecida em Lorena. Callot tinha um talento singular para imaginar posturas, fisionomias, trajes, figuras quiméricas, cada qual mais extravagante e burlesca que as outras. Nancy, onde vivia Callot, foi sitiada e humilhada com a entrada de Luís XIII na cidade. Admirado pelo rei, Callot recusou o convite real para representar o sítio. Ao contrário, gravou as atribulações da guerra, os suplícios e sofrimentos de toda a sorte nesta série de dezoito imagens, que a Biblioteca Nacional possui na íntegra. Nelas, o espaço gravado torna-se grandioso cenário dos desastres da guerra e monumentos da resistência à opressão. É como se o artista alcançasse um registro através de um ângulo maior que da própria visão.

Site sobre o artista: www.jacquescallot.com

Obra disponível:

Jacques Callot

O Rei Ferdinando I supervisionando as obras do aqueduto de Pizza.
Gravura em Metal, 1619
22,5 cm x 30 cm
R$ 2.500,00

Gravura Brasileira: depoimentos. Entrevista com Antonio Grosso

Há 20 anos atrás a Oficina do SESC-TIJUCA, publicou três livros de entrevistas denominados “GRAVURA BRASILEIRA HOJE: depoimentos”, coordenado pela professora e gravadora Heloisa Pires Ferreira e com as entrevistas feitas por Adamastor Camará,  onde foram colhidos os testemunhos dos mais importantes ... leia mais

© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados - Made with WordPress