O Papel da Arte

Camargo, Iberê

Iberê Camargo

Iberê Bassani de Camargo (Restinga Seca RS 1914 – Porto Alegre RS 1994). Pintor, gravador, desenhista, escritor e professor. Em 1928 estuda pintura com Frederico Lobe e Salvador Parlagreco (1871 – 1953) na Escola de Artes e Ofícios, em Santa Maria, Rio Grande do Sul. Entre 1936 e 1939, em Porto Alegre, faz o curso técnico de arquitetura do Instituto de Belas Artes de Porto Alegre e estuda pintura com Fahrion (1898 – 1970). Muda-se para o Rio de Janeiro em 1942 e, com bolsa de estudos concedida pelo governo do Rio Grande do Sul, freqüenta por pouco tempo a Escola Nacional de Belas Artes – Enba. Não satisfeito com a proposta acadêmica, estuda com Guignard (1896 – 1962) e funda, em 1943, com outros artistas, o Grupo Guignard. Em 1947 recebe o prêmio de viagem ao exterior e vai para a Europa no ano seguinte. Em Roma, estuda com Giorgio de Chirico (1888 – 1978), Carlos Alberto Petrucci, Antônio Achille e Leone Augusto Rosa, e em Paris, com André Lhote (1885 – 1962). Volta ao Brasil em 1950 e, em 1952, torna-se membro da Comissão Nacional de Artes Plásticas. Funda, em 1953, o curso de gravura do Instituto Municipal de Belas Artes do Rio de Janeiro, hoje Escola de Artes Visuais do Parque Lage – EAV/Parque Lage. Em 1954, participa com Djanira (1914 – 1979) e Milton Dacosta (1915 – 1988), da organização do Salão Preto e Branco e, no ano seguinte, do Salão Miniatura, ambos realizados em protesto às altas taxas de importação de material artístico. Promove curso livre de pintura no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, em duas temporadas entre 1960 e 1965. Em 1966 executa painel de 49 metros quadrados oferecido pelo Brasil à Organização Mundial de Saúde – OMS, em Genebra. A partir de 1970, leciona na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Em 1980 Iberê Camargo mata a tiros um homem que o agride na rua. É absolvido sob o argumento de legítima defesa, mas o episódio marca profundamente sua vida e sua obra. Em 1986, recebe o título de doutor honoris causa da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Entre suas publicações, constam o artigo Tratado sobre Gravura em Metal, 1964, o livro técnico A Gravura, 1992 e o livro de contos No Andar do Tempo: 9 contos e um esboço autobiográfico, 1988.

Site do artista: www.iberecamargo.org.br
Fonte: www.itaucultural.org.br

 Obras disponíveis:

 

IBERÊ CAMARGO: "Estrutura em movimento", gravura em metal, água-forte e água-tinta, 1961.

IBERÊ CAMARGO: “Estrutura em movimento”, gravura em metal, água-forte e água-tinta, 1961.

Estrutura em movimento”, 1961.
Gravura em metal.
Dimensão imagem: 12,9cm x 17,7cm
Dimensão da folha: 25,3cm x 32,8cm
Tiragem: 72/75
Valor: R$ 5.000,00
Registrada na pág. 228 do Catálogo Raisonné do artista.

 

“CARRETÉIS E DADOS”,  1975.
Pastel seco sobre papel
32cm x 22,5cm
R$ 20.000,00

Nota:  Obra original do artista, porém a Fundação Iberê Camargo, responsável pela catalogação e divulgação da obra de Iberê Camargo ainda não registrou a obra. Esse desenho foi enviado em 2009, antes de sua compra para a expertise da Sra. Maria Camargo, viúva do artista e Sr. Eduardo Haesbaert, da própria Fundação Iberê Camargo que juntos, ao examinarem a obra in loco, atestaram sua autenticidade. Foi solicitado uma declaração por escrito mas como a Fundação ainda não constituiu uma comissão para a catalogação de obras originais do artista em novo Rasonné, essa declaração terá que aguardar a finalização deste catálogo.

 

"Composição abstrata", gravura em metal, água-tinta (processo do açúcar e crayon litográfico) de Iberê Camargo, 1963.

“Composição abstrata”, gravura em metal, água-tinta (processo do açúcar e crayon litográfico) de Iberê Camargo, 1963.

Composição Abstrata“, 1963.
Catalogo Raisonné, pág. 238, 239 e 240.
Gravura em metal, água-tinta.
Tiragem: 26/110
Dimensão imagem: 20cm x 34,3cm
Dimensão folha: 50,3cm x 65,2cm
R$ 8.000,00

 

Iberê Camargo, "Figuras e Manequins"

“Figuras e Manequins”, serigrafia original de Iberê Camargo

 

FIGURAS E MANEQUINS“, 1985.

Catalogo Raisonné, pág. 370.
Serigrafia, 32/100.
Medida folha: 47cm x 65cm
Medida imagem: 31,3cm x 45,1cm
R$ 5.000,00

Gravura Brasileira: depoimentos. Entrevista com Antonio Grosso

Há 20 anos atrás a Oficina do SESC-TIJUCA, publicou três livros de entrevistas denominados “GRAVURA BRASILEIRA HOJE: depoimentos”, coordenado pela professora e gravadora Heloisa Pires Ferreira e com as entrevistas feitas por Adamastor Camará,  onde foram colhidos os testemunhos dos mais importantes ... leia mais

© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados - Made with WordPress