O Papel da Arte

HELIOGRAVURA

Heliogravura original sobre papel vitela segundo Edouard Manet. Anônima. 1910.

Denominação que abrange todo processo da gravura obtida por via fotomecânica,  valendo-se  das propriedades de endurecimento da gelatina bicromada sujeita à ação da luz.  O processo heliográfico de maior aplicação é a rotogravura, que ao contrário da heliogravura cuja imagem é gravada em prancha plana, a imagem da rotogravura é gravada num cilindro de cobre, para impressão rotativa.

Fonte:

RIBEIRO, Milton. Planejamento Visual Gráfico. Linha Gráfica e Editora. 2ª. Ed.rev. e atualizada, – Brasilia: Linha, 1987.

Adir Botelho – Entrevista para o Livro Gravura Brasileira

"A arte da gravura deve ser encarada pelo seu enorme poder de expressão, seu poder de multiplicar-se e sua possibilidade de atender parcelas de cultura espalhadas por toda parte." Adir Botelho Há 20 anos atrás a Oficina do SESC-TIJUCA, publicou três livros de ... leia mais

© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados - Made with WordPress