O Papel da Arte

Brasiliana

Com a chegada da família real e consequente abertura dos portos às nações amigas em 1808, o Brasil se tornou um destino exótico, despertando a  curiosidade de artistas, cientistas, escritores e pintores viajantes que registraram não só em textos mas também em imagens impressas em livros ou litogravuras, a natureza exuberante de cores que aqui encontram, os animais exóticos, os índios e os costumes da população local e da nobreza portuguesa. As gravuras abaixo são originais do século XIX, retiradas em sua maioria desses livros de viajantes  e retratam o olhar estrangeiro do que viria a ser um paraíso tropical.  As dimensões informadas compreendem apenas a área do desenho, não estando incluídas as margens, a assinatura dos artistas e o título da obra. Também possuímos  litogravuras de cidades do nordeste, norte e sudeste, além de temas indígenas, trabalhos escravos e costumes locais.

Obras à venda:  

 
JEAN THÉODORE DESCOURTILZ (1796-1855): "Euphonia Galoti", raríssima litografia aquarelada à mão, prancha no. 33 do livro Ornitologia Brasiliense, impressa em Londres em 1852.

JEAN THÉODORE DESCOURTILZ (1796-1855): “Euphonia Galoti”, raríssima litografia aquarelada à mão, prancha no. 33 do livro Ornithologie Brésilienne, impresso em Londres em 1852.

Euphonia Galoti“, Prancha 33 da raríssima obra Ornithologie Bresilienne, publicada em Londres por Thomas Reeves, 1852-1856. 
Litografia aquarelada à mão em papel Velin.
Dimensão da folha: 55cm x 40cm
R$ 3.500,00

Obs: O preço de venda já incluiu o custo de restauro e limpeza a que a obra será submetida antes de ser entregue ao comprador.

 

 

Wilhelm Karl von THEREMIN: "Passeio público no Rio de Janeiro", litografia original publicada em 1835.

Wilhelm Karl von Theremin: “Passeio público no Rio de Janeiro”, litografia original publicada em 1835.

Passeio público no Rio de Janeiro“, 1835.
Apresentação da entrada principal do Passeio Público no Rio de Janeiro. Vê-se através do portão aberto, a vista para a baía do Rio, em que vários navios à vela podem ser vistos. No jardim e no portão, várias figuras de funcionários ficam de pé e sentadas. Entre eles estão os europeus à moda dos Biedermeier, soldados e locais. Wilhelm Karl Theremin (1784-1852), trabalhou como comerciante e cônsul no Rio de Janeiro. No meio inferior da gravura, o endereço da empresa de impressão L. Sachse & Co., em Berlim e os títulos portugueses e franceses, bem como o ano de 1835. No canto inferior direito, um selo de pressão: T com uma coroa. 
Desenho de Wilhelm Karl von Theremin e litogravado por Loeillot. 
Impressão por L. Sachse & Co., Berlim.
Litografia original, parte do Álbum Vistas do Rio de Janeiro.
Dimensão total: 27,8cm x 36,4cm
R$ 2.500,00

 

LEBRETON: Vue de Rio-Janeiro prise du mouillage de I´lle das Cobras - Vista de Rio-Janeiro tomada desde la badia de la Ysla das Cobras.

LOUIS LE BRETON (1818-1866): Vue de Rio-Janeiro prise du mouillage de I´lle das Cobras – Vista de Rio-Janeiro tomada desde la badia de la Ysla das Cobras, 1850.

Vue de Rio-Janeiro prise du mouillage de I´lle das Cobras“, 1850.
Assinada na chapa por Louis Le Breton (1818-1866)
Litografia aquarelada, séc. XIX.
Impressa por Gosselin, Paris.
Dimensão imagem: 30,2cm x 46cm
Dimensão da folha: 49cm x 60cm
R$ 25.000,00

Raríssima litografia aquarelada de Lebreton litografada por Gosselin, Paris. Segundo Gilberto Ferrez, na pag.529 de seu Iconografia do Rio de Janeiro, ela é muito rara, existindo apenas um único exemplar na Coleção Geyer. Esse panorama da cidade, foi feito do ancoradouro próximo ao Cais Pharoux e Ilha das Cobras. Nos primeiros planos, escaler e veleiro com a bandeira brasileira do Império. Serve de fundo as construções desde o Hotel Pharoux, largo do Paço com o chafariz, mercado, São Bento e Ilha das Cobras.

 

 

"Her Majesty the Queen of Portugal"-"Sua majestade a Rainha de Portugal", 1807. Desenho de Rivira e gravada por Marie Anne Bourlier, impresso em Londres.

“Her Majesty the Queen of Portugal”-“Sua majestade a Rainha de Portugal”, 1807. Desenho de Rivira e gravada por Marie Anne Bourlier, impresso em Londres.

Her Majesty the Queen of Portugal“, 1807
Imagem de Rivira e gravada por Marie Anne Bourlier
Impresso por John Bell em Londres.
Gravura em metal e buril.
Dimensão da imagem: 21cm x 12cm
R$ 1.500,00

 

 

"Cachoeira de Paulo Afonso, litogravura do Sec. XIX, de Hullmandel & Walton, Londres.

“Cachoeira de Paulo Afonso, litogravura do Sec. XIX, de Hullmandel & Walton, Londres.

 

Paulo Afonso
Litografia original, sépia, 1854.
Obra integrante do livro: A Sketchers Tour Round The World by Robert Elwes.
Autor: Robert Elwes
Gravador: Hullmandel & Walton Lithograph. 
Publicado por Hurst & Blackett, Great Marleborough Street, London.
Dimensão imagem: 11cm x 18cm
Dimensão da folha: 15,5cm x 23cm
R$ 500,00

 

"Acquidotto di Rio Janeiro", gravura de Migliavacca, aquarelada à mão, publicada na obra italiana "IL COSTUME ANTICO E MODERNO", 1828.

“Acquidotto di Rio Janeiro”, gravura de Migliavacca, aquarelada à mão, publicada na obra italiana “IL COSTUME ANTICO E MODERNO”, 1828.

Acquidotto di Rio Janeiro“, 1828.
Autor: Migliavacca
Gravura original em cobre, aquarelada à mão, publicada na obra italiana “IL COSTUME ANTICO E MODERNO”. Volume IV, Pag. 56.
Dimensão imagem: 14,5cm x 9,5cm
Dimensão total: 21,5cm x 14cm
R$ 350,00

 

 

"O Príncipe e a Princesa de Joinville deixam o Rio de Janeiro em um barco para chegar à bordo da Fragata La Belle Poule." Gravura em metal, em papel Vélin, de Garneray, 1843.

“O Príncipe e a Princesa de Joinville deixam o Rio de Janeiro em um barco para chegar à bordo da Fragata La Belle Poule.” Gravura em metal, em papel Vélin, de Garneray, 1843.

O Príncipe e a Princesa de Joinville deixam o Rio de Janeiro em um barco para chegar à bordo da Fragata La Belle Poule.”, 1843.
Gravura em metal, em papel Vélin.
Desenho: Garneray
Gravador: Chavane
Dimensão imagem: 21,9cm x 14,7cm
Dimensão da folha: 47cm x 32,5cm
R$ 700,00

Extraída do livro “Galerias históricas de Versalhes” de Gavard, 1838-1849. Esse livro de gravura foi encomendado pelo rei Luis Phillipe, depois de tomar a decisão em 1833 de transformar o Palácio de Versalhes em um museu, decidindo tornar as coleções do palácio acessíveis a todos por gravura. O trabalho foi então confiado a Charles Gavard (1794-1871) que desenvolveu o pantógrafo e o diagrama para uma redução ideal dos temas.

 

"A construção do Brasil" rara xilogravura de uma revista ilustrada alemã de 1880.

“A construção do Brasil” rara xilogravura de uma revista ilustrada alemã de 1880.

A Construção do Brasil
Rara xilogravura de uma revista ilustrada alemã de 1880.
Verso da imagem com texto
Autor: Keller – Leusinger
Dimensão imagem: 10cm x 18,8 cm
Dimensão folha: 11cm x 21cm
R$ 350,00

 

"S.M. Dom Pedro II - Empereur do Brésil", gravura em metal, sec, XIX.

“S.M. Dom Pedro II – Empereur do Brésil”, gravura em metal, sec, XIX.

S.M. Dom Pedro II – Empereur do Brésil”, sec. XIX
Gravura de Nargeot
Impresso por Ch. Chardon, Paris.
Litografia original, sec. XIX.
Dimensão imagem: 11,5cm x 18cm
Dimensão total: 17cm x 27cm
VENDIDA

 

"Dom Pedro I", litografia original desenhada e gravada por Theodoor Soeterik, 1830.

“Dom Pedro I”, litografia original desenhada e gravada por Theodoor Soeterik, 1830.

Dom Pedro
Litografia publicada por Houtman em 1830.
Desenho e gravação de “Theodoor Soeterik’ (1810-1883) trabalhou em Utrecht como litógrafo e desenhista.
Verso do papel em branco
Dimensão imagem: 10,5cm x 12,5cm
Dimensão gravura: 24,5cm x 16 cm
VENDIDO

 

 

"Funeral do Imperador do Brasil". Xilogravura original do suplemento ilustrado de "Le Petit Journal", publicado em 26 de dezembro de 1891 em Paris,

“Funeral do Imperador do Brasil”. Xilogravura original do suplemento ilustrado de “Le Petit Journal”, publicado em 26 de dezembro de 1891 em Paris,

Funérailles de l´empereur du Brésil” (Le Char)
Gravador: A.Meyer
Rara xilogravura original de jornal do suplemento ilustrado de “Le Petit Journal”, publicado em 26 de dezembro de 1891 em Paris, onde Dom Pedro II faleceu. Verso da capa com impressão.
Dimensão folha: 29,5cm x 43,7cm
Dimensão imagem: 26,5cm x 30,5cm
R$ 1.000,00

 

 

Batismo do PrÍncipe Imperial do Brasil na Sé Catedral na Praça XV. Xilogravura original, publicada em jornal no séc. XIX.

Batismo do PrÍncipe Imperial do Brasil na Sé Catedral na Praça XV. Xilogravura original, publicada em jornal no séc. XIX.

Batismo do Principe Imperial do Brasil na Sé Catedral na Praça XV.
Rara xilogravura original, publicada em jornal no séc. XIX
Dimensão: 24cm x 14,5cm
R$ 350,00

 

"Dom Pedro II Empereur du Bresil", gravura em metal, sec. XIX.

“Dom Pedro II Empereur du Bresil”, gravura em metal, sec. XIX.

Dom Pedro II Empereur du Bresil” – Pedro II Imperador do Brasil, 1850.
Gravura em metal
Gravador: Carl Mayer
Dimensão folha: 6,5cm x 10cm
VENDIDA

 

 

"View of St. Salvador, a City of South America", 1778. Gravura em metal colorida de John Hamilton Moore (1738-1807), retirada do livro Moore´s Voyages and Travels.

“View of St. Salvador, a City of South America”, 1778.
Gravura em metal colorida de John Hamilton Moore (1738-1807), retirada do livro Moore´s Voyages and Travels.

View of St. Salvador, a City of South America“, 1778.
Gravura em metal colorida de John Hamilton Moore (1738-1807), retirada do livro Moore´s Voyages and Travels.
Dimensão imagem: 29cm x 19,5cm
Dimensão folha: 35,5cm x 23cm
R$ 500,00

 

"DOM PEDRO l. - IMPERADOR E DEFENSOR PERPÉTUO DO BRASIL", 1831. Litogravura a buril gravada por Urbain Massard em Paris,1831, baseada na pintura de Henrique José da Silva, Pintor da Camara de S.M.I. e Diretor da Imperial Academia e Escola das Belas Artes do Rio de Janeiro.

“DOM PEDRO l. – IMPERADOR E DEFENSOR PERPÉTUO DO BRASIL”, 1831.
Litogravura a buril gravada por Urbain Massard em Paris,1831, baseada na pintura de Henrique José da Silva, Pintor da Camara de S.M.I. e Diretor da Imperial Academia e Escola das Belas Artes do Rio de Janeiro.”DOM PEDRO l. – IMPERADOR E DEFENSOR PERPÉTUO DO BRASIL“, 1831.
Autor: Henrique José da Silva (Lisboa, 1772 – Rio de Janeiro, 1834) baseado na pintura do mesmo.
Gravador: Urbain Massard (Paris, 1775 – Viry-Chatillon, 1843),
Gravura em metal a buril.
Dimensão: 75cm x 53,5cm

Na margem inferior da gravura há a inscrição:
“DOM PEDRO I. / IMPERADOR, E DEFENSOR PERPETUO DO BRASIL. / Pintado por Henrique Jozé da Silva, Pintor da Camara de S:M:I:, e Director da Imperial Academia, e Escola das Bellas Artes do Rio de Janeiro”
Subscrição:
“Peint par Silva – Grave par Urbain Massard”
VENDIDA

 

“Notre-Dame de Glorie"(à Rio de Janeiro), 1850. Litografia colorida, impressa por C. Desrosiers Moulins. Essa gravura faz parte do livro "Fragments d´un voyage autour du monde", publicado em 1850 com texto de Auguste Borget.

“Notre-Dame de Glorie”(à Rio de Janeiro), 1850.
Litografia colorida, impressa por C. Desrosiers Moulins. Essa gravura faz parte do livro “Fragments d´un voyage autour du monde”, publicado em 1850 com texto de Auguste Borget.

 

BORGET, Auguste (1809-1877)
“Notre-Dame de Glorie”(à Rio de Janeiro), 1850.
Litografia colorida, impressa por C. Desrosiers Moulins. Essa gravura faz parte do livro “Fragments d´un voyage autour du monde”, publicado em 1850 com texto de Auguste Borget.
Dimensão imagem: 13,9cm x 19cm
Dimensão folha: 28cm x 23cm

Obra catalogada sob o número 2383 do Livro Iconografia do Rio de Janeiro de Gilberto Ferrez.
R$ 800,00
 

“Vista do Rio de Janeiro a partir da Ilha das Cobras”
Litogravura  colorida à mão,  1835.
Desenho de Edward  Duncan, gravada por  I.A.Prior
A partir de desenho de Edward Duncan, tit. e marca da Blackie & Son. Glasgow, Edinburgh & London centro inf. e marca de litógrafo T.A. Prion. inf. dir. citado sob. o n. 1973 na p. 321 do livro Iconografia do Rio de Janeiro – Catálogo Analítico, de Gilberto Ferrez (Rio de Janeiro, ed. Casa Jorge Editorial, 2000) (c. 1835)
MI 11,5 x 21,5 cm ME 18 x 27 cm
R$ 3.500,00

“Vista do Rio de Janeiro”, gravura em metal, 1859.

“Vista do Rio de Janeiro”
Essa gravura em metal tem uma particularidade muito interessante.  Nela há o título “Buenos Aires” quando na verdade a cidade retratada é o Rio de Janeiro e suas montanhas ao fundo já que Buenos Aires  é uma cidade completamente plana.
Gravura em metal  colorida à mão, 1859.
15,5cm x 10,5cm
Desenho de J. Schroeder
Gravadores Gilquin e Dupain
R$ 450,00
 
 
 
 
 
 “RIO DE JANEIRO: Vue de la ville et de la rade”, 1860.
“RIO DE JANEIRO: Vue de la ville et de la rade”
Imp. Ch. Chardon, 30 Rue Hautefenille, Paris.
Ed. Willmann  SC.
Gravura em metal, 1860.
12cm x 17cm
16cm x 28cm (tamanho total da folha)
R$ 450,00
 
"Neu Freiburg" (Nova Frigurgo), 1856. Litografia colorida publicada na Alemanha no Meyer's Universum by Bibliographic Institute Hildburghausen. 

Neu Freiburg” (Nova Frigurgo), 1856.
Litografia colorida publicada na Alemanha no Meyer’s Universum by Bibliographic Institute Hildburghausen.

“Neu Freiburg” (Nova Frigurgo), 1856.
Litografia colorida publicada na Alemanha no Meyer’s Universum by Bibliographic Institute Hildburghausen. 
Dimensão folha: 14cm x 22cm
Dimensão imagem: 10,5cm x 15,5cm
R$ 300,00
"Nova Friburgo, colônia Suíça", litografia original sec. XIX.

“Nova Friburgo, colônia Suíça”, litografia original sec. XIX.

“Nova Friburgo, Colônia Suíça.”, 1838.
Gravura em metal, colorida à mão.
13,5cm x 9cm
Desenho de Vanderbuch
Gravação de Alès
R$ 300,00
VENDIDA

   

 “Itambé, Minas Gerais”, 1838.
Gravura em metal, colorida à mão.Brazil.
14cm x 09cm
Desenho de Vanderbuch.
Gravação de Cholet.
R$ 200,00

   

“Vista geral do Rio Grande”, 1894.
Gravura colorida à mão, a partir de foto.
18,5cm x 13cm
Desenho de Taylor
R$ 200,00

   

 “H.M.S. Galatia receiving the Emperor of Brasil on his visit to H.R.H. the Duke of Edinburgh at Rio de Janeiro”
Xilogravura do jornal London Times,  publicada em 14/09/1867.
25cm x 34cm
R$ 300,00

 

"Vista do Rio de Janeiro", gravura em metal do séc. XIX.

“Vista do Rio de Janeiro”, gravura em metal do séc. XIX.

Vista do Rio de Janeiro
Antiga gravura do século 19 de um livro de viajante
Assinatura no canto inferior direito não identificada
Dimensão imagem: 16cm x 10,7cm
Dimensão folha: 22cm x 17cm

R$ 200,00

"Harbour of Rio de Janeiro, with the Benedictine Monastery, part of the and the Ship Duff" Gravura em metal de M.A. Rooke e W. Wilson, final do sec. XVIII.

“Harbour of Rio de Janeiro, with the Benedictine Monastery, part of the and the Ship Duff” Gravura em metal de M.A. Rooke e W. Wilson, final do sec. XVIII.

“Harbour of Rio de Janeiro, with the Benedictine Monastery, part of the and the Ship Duff”
Gravura original, pb,  provavelmente do séc. 18, em ótimo estado com margens preservadas e imagem em ótimo estado de conservação. Uma rara vista do Rio, a partir da Baia de Guanabara
Assinatura no canto inferior esquerdo de M.A. Rooker.
Assinatura no canto inferior direito de  W. Wilson.
Formato total: 25,5cm x 20,2cm
Formato do desenho: 24,1cm x 17,5cm
R$ 500,00
 
 
“The Aqueduct in Rio de Janeiro“, 1812. Desenho de W. Alexander e gravada por George Cooke.

“The Aqueduct in Rio de Janeiro“, 1812. Desenho de W. Alexander e gravada por George Cooke.

 
The Aqueduct in Rio de Janeiro“, 1812.

Gravura em cobre publicada em 1812 mostrando os Arcos da Lapa como era em 1792. Publicada por Longman, Hurst and others em 1812. Desenho de W. Alexander e gravada por George Cooke. 
Medidas internas: 20,5cm x 14,5cm
Medidas externas: 26,4cm x 20,4cm
R$ 400,00
VENDIDA

Fonte: Fonte: Ferrez, Gilberto. Iconografia do Rio de Janeiro. Casa Jorge Editorial, Vol. I pag.109, catalogada sob o número 0378.

"RIO DE JANEIRO: Vue de la ville et de la rade”, 1860.

“RIO DE JANEIRO: Vue de la ville et de la rade”, 1860.

“RIO DE JANEIRO: Vue de la ville et de la rade”, 1860.
“RIO DE JANEIRO: Vue da cidade e do porto”
Imp. Ch. Chardon, 30 Rue Hautefenille, Paris.
Ed. Willmann  SC.
Gravura em metal, Aquarelada, 1860.
12cm x 17cm
16cm x 28cm (tamanho total da folha)
R$ 350,00
"Vista do Rio de Janeiro", 1836. Gravura em metal de A. D`Orbigny., impressa em Paris por L. Tenrè, como parte do livro "Voyage pittoresque dans les deux Ameriques."

“Vista do Rio de Janeiro”, 1836. Gravura em metal de A. D`Orbigny., impressa em Paris por L. Tenrè, como parte do livro “Voyage pittoresque dans les deux Ameriques.”

Vista do Rio de Janeiro“, 1836.
A. D`Orbigny
Gravura em metal, impressa em Paris por L. Tenrè, como parte do livro “Voyage pittoresque dans les deux Ameriques”. Prancha XXIII.
Medida imagem: 20cm x 12cm
Medida folha: 27,5cm x 19,5cm
R$ 350,00
"Enseada de Botafogo, RJ" Vista tomada do Morro da Viúva. Xilogravura do sec. XIX, publicada em livro. Desenho de Riou, a partir de fotografia da época.

“Enseada de Botafogo, RJ”.Vista tomada do Morro da Viúva.Xilogravura do sec. XIX, publicada em livro.Desenho de Riou, a partir de fotografia da época.

Enseada de Botafogo, RJ
Vista tomada do Morro da Viúva.
Xilogravura do sec. XIX, publicada em livro.
Desenho de Riou, a partir de fotografia da época.
Dimensão:  15cm x 21cm
R$ 200,00
"Brasilien", 1860. Ernst Christian Schmidt Gravura em metal colorida, original. Raríssima litografia com imagens regravadas de Rugendas, Debret e Maximian, executada pelo desenhista e litógrafo E.C. Schmidt (1809- ?).

“Brasilien”, 1860. Ernst Christian Schmidt Gravura em metal colorida, original. Raríssima litografia com imagens regravadas de Rugendas, Debret e Maximian, executada pelo desenhista e litógrafo E.C. Schmidt (1809- ?).

 
“Brasilien”, 1860.
Ernst Christian Schmidt
Gravura em metal colorida, original.
Medida folha:  32,3cm x 39cm
Medida imagem: 30cm x 26cm
Raríssima litografia com imagens regravadas de Rugendas, Debret e Maximian, executada pelo desenhista e litógrafo  E.C. Schmidt (1809- ?)
R$ 1.500,00
Fonte de consulta: “Uma pequena biblioteca particular”; Erico J.Siriuba Stickel, Edusp, Imprensa Oficial. Exemplar idêntico porém colorido na pág. 635.
"Rio de Janeiro" Off. Lith & Pict in Horto Van Houtteano Litografia original sépia, sec. XIX.

“Rio de Janeiro”.Off. Lith & Pict in Horto Van Houtteano.Litografia original sépia, sec. XIX.

Rio de Janeiro
Off. Lith & Pict in Horto Van Houtteano
Litografia original sépia,  sec. XIX.
Dimensão imagem:  17,5cm x 12,5cm
Dimensão folha: 25cm x 16,5cm
VENDIDA

"Rio Janeiro", 1841. Litografia colorida de época de Giuseppe Antonelli para o livro Galleria Universale di tutti i popoli del Mondo. Ossia storia dei costumi, religioni, riti, governi d'ogni parte del Globo", Tomo III, pag. 55. Publicado em Veneza em 1841.

“Rio Janeiro”, 1841.
Litografia colorida de época de Giuseppe Antonelli para o livro Galleria Universale di tutti i popoli del Mondo. Ossia storia dei costumi, religioni, riti, governi d’ogni parte del Globo”, Tomo III, pag. 55. Publicado em Veneza em 1841.

Rio Janeiro“, 1841.
Litografia colorida de época de Giuseppe Antonelli para o livro Galleria Universale di tutti i popoli del Mondo. Ossia storia dei costumi, religioni, riti, governi d’ogni parte del Globo”, Tomo III, pag. 55. Publicado em Veneza em 1841.Dimensões:
Imagem: 12,7cm x 10,7cm
Folha: 20,3cm x 28,3cm
VENDIDA

"La petite Tijouka", 1822. Litografia original executada por N. Maurin, de esboço de Jacques Arago, nas oficinas de Kaeppelin & Cie. Vista da Cascatinha, feita ao pé da residência dos Taunay.

“La petite Tijouka”, 1822.
Litografia original executada por N. Maurin, de esboço de Jacques Arago, nas oficinas de Kaeppelin & Cie. Vista da Cascatinha, feita ao pé da residência dos Taunay.

La petite Tijouka”,  1822.
Litografia original executada por N. Maurin, de esboço de Jacques Arago (1790-1854), nas oficinas de Kaeppelin & Cie. Vista da Cascatinha, feita ao pé da residência dos Taunay.
Dimensão imagem: 18cm x 11,3cm
Dimensão da folha:  23cm x 13,9cm
R$ 500,00

Essa litografia faz parte do Atlas Historique et Pittoresque da Promenade antour du monde pendant les années 1817-1820. Edição Le Blanc, publicada em Paris em 1822.

Fonte: Ferrez, Gilberto. Iconografia do Rio de Janeiro. Casa Jorge Editorial, Vol. I pag.189.

"Vue de L´Eglise de la Gloria", 1822. Litografia original executada por N. Maurin, de esboço de Jacques Arago (1790-1854), nas oficinas de Kaeppelin & Cie. Vista da Cascatinha, feita ao pé da residência dos Taunay.

“Vue de L´Eglise de la Gloria”, 1822.
Litografia original executada por N. Maurin, de esboço de Jacques Arago (1790-1854), nas oficinas de Kaeppelin & Cie.

Vue de L´Eglise de la Gloria”,  1822.
Litografia original executada por N. Maurin, de esboço de Jacques Arago (1790-1854), nas oficinas de Kaeppelin & Cie. Dimensão imagem: 19,5cm x 10,7cm
Dimensão da folha:  14,1cm x 23,2cm
R$ 500,00

Essa litografia faz parte do Atlas Historique et Pittoresque da Promenade antour du monde pendant les années 1817-1820. Edição Le Blanc, publicada em Paris em 1822.

Fonte: Ferrez, Gilberto. Iconografia do Rio de Janeiro. Casa Jorge Editorial, Vol. I pag.189.

 

 

"Panorama do Rio de Janeiro", xilogravura original de 1875.

“Panorama do Rio de Janeiro”, xilogravura original de 1875.

 
Panorama do Rio de Janeiro
Magnifica e rara xilogravura original de 1875.
O verso da folha é impressa.
Dimensão da imagem: 51cm x 17,5cm
R$ 800,00
 
"Bay von Rio", gravura alemã em aço feita por J.Gray em 1862 para o Institut in Hildburghausen.

“Bay von Rio”, gravura alemã em aço feita por J.Gray em 1862 para o Institut in Hildburghausen.

Bay von Rio“, 1862.
Gravura em aço de J.Gray.
Bibliograph Institut in Hildburghausen
Dimensão imagem: 16,5cm x 11,5cm
Dimensão folha: 27cm x 18,4cm
R$ 350,00
 

 

"Palácio do Imperador e igreja Sé do Rio de Janeiro - Desembarque da tripulação francesa da fragata l´Alemène para ir à missa." Xilogravura impressa em jornal "Le Monde Ilustré", de 27 de novembro de 1858 em Paris."

“Palácio do Imperador e igreja Sé do Rio de Janeiro – Desembarque da tripulação francesa da fragata l´Alemène para ir à missa.” Xilogravura impressa em jornal “Le Monde Ilustré”, de 27 de novembro de 1858 em Paris.”

“Palácio do Imperador e igreja Sé do Rio de Janeiro – Desembarque da tripulação francesa da fragata l´Alemène para ir à missa.”
Xilogravura impressa em jornal “Le Monde Illustré”, de 27 de novembro de 1858 em Paris.Verso da imagem impresso.
Desenho de Thorigny e Gravura de H. Linton.
Dimensão imagem: 22cm x 31,5cm
Dimensão folha:  25cm x 34cm
R$ 400,00

 

"Dom Pedro II, Empereur du Brésil", litogravura de Carl Mayer, sec.XIX.

“Dom Pedro II, Empereur du Brésil”, litogravura de Carl Mayer, sec.XIX.

 
“Dom Pedro II. Empereur du Brésil”.
Litografia original, sec. XIX.
Gravador: Carl Mayer
Dimensão total: 7,5cm x 10,5cm
VENDIDA

 

 

"Don Juan, Empereur du Bresil, mort en 1826", litogravura para a Galerie Universelle, circa 1830.

“Don Juan, Empereur du Bresil, mort en 1826”, litogravura para a Galerie Universelle, circa 1830.

M.Delaporte
Don Juan, Empereur du Bresil, mort en 1826
Litografia sobre papel vergê, circa 1830.
Gravura de M. Delaporte, publicado na Galerie Universelle
Lith. de Ducarme, Paris.
Verso do papel em branco
Dimensão imagem: 13cm x 19cm
Dimensão da folha: 21,5cmx30cm
VENDIDA

 
Rodriguez, Eugenio Mapa da Baía do Rio de Janeiro. Do livro "Descrizione del viaggio a Rio de Janeiro della flota di Napoli", editado em Nápoles por Caro Batelli e Com, 1844.

Rodriguez, Eugenio
Mapa da Baía do Rio de Janeiro.
Do livro “Descrizione del viaggio a Rio de Janeiro della flota di Napoli”, editado em Nápoles por Caro Batelli e Com, 1844.

Dimensão: 78cm x 46cm

VENDIDO

Sobre o autor e o mapa:

“Eugenio Rodrigues foi um jovem napolitano, oficial da marinha siciliana, que integrou a tripulação de um dos navios que acompanharam a noiva de Pedro II, a Princesa Thereza Christina, filha do Rei de Nápoles, Francisco I, quando esta veio ao Brasil, em 1843, para viver com o seu marido, com quem acabara de se casar por procuração em Nápoles.

Ao voltar à Itália, Rodriguez publicou uma descrição da viagem que seria hoje pouco lembrada se não incluísse duas ilustrações de grande importância: a belíssima gravura panorâmica da baía do Rio de Janeiro, que mede mais de 1 metro, e a detalhada planta da mesma baía, também em grandes dimensões, à venda pelo O Papel da Arte.

A planta da baía do Rio de Janeiro merece ser melhor conhecida pois candidata-se sem dúvida à posição de melhor imagem da região até o final do séc. XIX.”

Fonte: Brasiliana Itaú, Editora Capivara.

Rodriguez, Eugenio "D.Pedro Secondo - Imperatore del Brasile" Do livro "Descrizione del viaggio a Rio de Janeiro della flota di Napoli", editado em Nápoles por Caro Batelli e Com, 1844.

Rodriguez, Eugenio
“D.Pedro Secondo – Imperatore del Brasile”
Do livro “Descrizione del viaggio a Rio de Janeiro della flota di Napoli”, editado em Nápoles por Caro Batelli e Com, 1844.

Rodriguez, Eugenio
D.Pedro Secondo – Imperatore del Brasile
Do livro “Descrizione del viaggio a Rio de Janeiro della flota di Napoli”, editado em Nápoles por Caro Batelli e Com, 1844.
Dimensão: 16,5cm x 24,0cm
VENDIDA

Sobre o autor:

Eugenio Rodrigues foi um jovem napolitano, oficial da marinha siciliana, que integrou a tripulação de um dos navios que acompanharam a noiva de Pedro II, a Princesa Thereza Christina, filha do Rei de Nápoles, Francisco I, quando esta veio ao Brasil, em 1843, para viver com o seu marido, com quem acabara de se casar por procuração em Nápoles.

Ao voltar à Itália, Rodriguez publicou uma descrição da viagem que seria hoje pouco lembrada se não incluísse duas ilustrações de grande importância: a belíssima gravura panorâmica da baía do Rio de Janeiro, que mede mais de 1 metro, e a detalhada planta da mesma baía, também em grandes dimensões além da bela litogravura do Imperador Dom Pedro II no auge de sua beleza.

 “Veduta della citta di São Sebastiano di Rio de Janeiro da II´Isola das Cobras”, obra do Barão Karl Robert von PLANITZ, litografada por Federico Gatti e Gaetano Dura e impressa na oficina de Caro Batelli em Nápoles, 1844. Formato 112cm x 26cm, publicado no livro "Descrizione del viaggio a Rio de Janeiro della flota di Napoli", escrito por Eugenio Rodrigues.

“Veduta della citta di São Sebastiano di Rio de Janeiro da II´Isola das Cobras”, obra do Barão Karl Robert von PLANITZ, litografada por Federico Gatti e Gaetano Dura e impressa na oficina de Caro Batelli em Nápoles, 1844. Formato 112cm x 26cm, publicado no livro “Descrizione del viaggio a Rio de Janeiro della flota di Napoli”, escrito por Eugenio Rodrigues.

VENDIDO

Sobre o autor:

Eugenio Rodrigues foi um jovem napolitano, oficial da marinha siciliana, que integrou a tripulação de um dos navios que acompanharam a noiva de Pedro II, a Princesa Thereza Christina, filha do Rei de Nápoles, Francisco I, quando esta veio ao Brasil, em 1843, para viver com o seu marido, com quem acabara de se casar por procuração em Nápoles.

Ao voltar à Itália, Rodriguez publicou uma descrição da viagem que seria hoje pouco lembrada se não incluísse duas ilustrações de grande importância: a belíssima gravura desenhada pelo Barão Karl Robert von PLANITZ da vista panorâmica da baía do Rio de Janeiro, que mede mais de 1 metro, e a detalhada planta da mesma baía, também em grandes dimensões além da bela litogravura do Imperador Dom Pedro II.

ENTREVISTA COM LANI GOELDI, PRESIDENTE DO PROJETO GOELDI

O Papel da Arte foi conhecer a maravilhosa exposição "Goeldi : o encantador de sombras"  em cartaz no Centro Cultural  Correios, na Cidade do Rio de Janeiro (veja em AGENDA).  O evento faz parte das comemorações pelos pelo cinquentenário do falecimento de  Oswaldo ... leia mais

© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados - Made with WordPress