O Papel da Arte

Piranesi, Giovanni Battista (1720-1788)

Giovanni Battista Piranesi, auto retrato em água-forte.

Giovanni Battista Piranesi, auto retrato em água-forte.

Giovanni Battista Piranesi nasceu 04 de outubro de 1720 em Mogliano, Veneto, perto de Treviso na então República de Veneza e morreu em Roma em novembro de 1778. Foi um dos grandes mestres da gravura no século XVIII, célebre por sua vertente mais humanística. Foi igualmente um brilhante desenhista, um respeitado teórico e fisiocrata e um grande engenheiro hidráulico e arqueólogo renomado.

Nasceu no seio de uma família que tinha um grande interesse pela arte e, em particular, a arquitetura. Iniciou  seus estudos de desenho  muito jovem. Apreciava particularmente a perspectiva e, da teoria, o tema classicismo. Seus desenhos e gravuras  revelaram grande talento na combinação das perspectivas dramáticas com uma mordaz arquitetura maneirista e profundamente neoclássica.

Viajou para o sul de Itália, com 15 anos, a fim de estudar a memorável arte greco-romana, da qual não faltavam testemunhos na região. Piranesi empenhou-se na realização de alguns excelentes trabalhos que retratavam e estudavam a arte classicista. Aqui é evidente a razão pela qual o consideram um grande arqueólogo.

Aos vinte anos de idade rumou a Roma onde finalmente tomou contato com as ruínas antigas romanas, incluindo o Coliseu, e com edifícios testemunhos da arquitetura urbana barroca. Iniciou uma série de desenhos e pinturas, hoje muito populares e de grande valor comercial, em que retratou essencialmente interiores de palácios e de prisões.

Os desenhos e gravuras de Piranesi influenciaram o estilo de diversos artistas e personagens da literatura da Idade Moderna. Muitos dos desenhistas neoclássicos e escritores do baixo romantismo reorganizaram a sua visão eclética do mundo que os precedeu. Piranesi inaugurou o seu próspero ateliê em Roma, transformando-o mesmo num cartão de vista da cidade. Após sua morte, sua obra foi bastante explorada e reproduzida por seus contemporâneos e continuada por vários seguidores.

Obras à venda:

PIRANESI: "Veduta della Villa Medici sul Monte Pincio" Gravura em metal, água-forte, 1750.

PIRANESI: “Veduta della Villa Medici sul Monte Pincio” Gravura em metal, água-forte, 1750.

Veduta della Villa Medici sul Monte Pincio
Catálogo Raisonné do artista, de Luigi Ficacci, pág. 80
Gravura em metal, água-forte, 1750, do álbum publicado por Fausto Amidei “Various Views of Ancient and Modern Rome, Drawn and Engraved by Celebrited Artists, printed in Rome.”
Dimensão da imagem: 19cm x 13,5cm
Dimensão da folha: 20,5cm x 27,5cm
VENDIDA

 
PIRANESI: "Palazzo degl´Ambasciatori di Venezia in Roma" Gravura em metal, água-forte, 1750.

PIRANESI: “Palazzo degl´Ambasciatori di Venezia in Roma” Gravura em metal, água-forte, 1750.

Palazzo degl´Ambasciatori di Venezia in Roma
Catálogo Raisonné do artista, de Luigi Ficacci, pág. 76.
Gravura em metal, água-forte, 1750, do álbum publicado por Fausto Amidei “Various Views of Ancient and Modern Rome, Drawn and Engraved by Celebrited Artists, printed in Rome.”
Dimensão da imagem: 18,7cm x 13,6cm
Dimensão da folha: 20,5cm x 27,5cm
VENDIDA

  

"Veduta della Piazza del Campidoglio" de Giovanni Battista PIRANESI (1720-1778), gravura em metal, água-forte, 1774.

“Veduta della Piazza del Campidoglio” de Giovanni Battista PIRANESI (1720-1778), gravura em metal, água-forte, 1774.

Veduta della Piazza del Campidoglio
Gravura em metal, água-forte, 1774.
Dimensão da imagem: 44,6cm x 69,7cm
Dimensão da folha: 50cm x 71,5cm
VENDIDA

 
"Veduta del Castello dell' Acqua Paola sul Monte Aureo", água-forte original de Giovanni Battista Piranesi.

“Veduta del Castello dell’ Acqua Paola sul Monte Aureo”, água-forte original de Giovanni Battista Piranesi.

 
Veduta del Castello dell’ Acqua Paola sul Monte Aureo“, 1760-1778
Gravura em metal, água-forte. Marca d´água Flor de Lis.
Dimensão imagem: 40,4cm x 61,7cm
Dimensão da folha: 75cm x 52cm
VENDIDA

As Figuras e Manequins de Iberê Camargo

Iberê Camargo deixou um importante legado para as artes plásticas. Fiel ao rigor técnico com que produziu toda a sua obra, hoje em fase de cadastramento na Fundação Iberê Camargo em Porto Alegre, o artista também conseguiu exaurir o limite da técnica ... leia mais

© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados - Made with WordPress